Em tempos difíceis somos obrigados a dar uma pausa para sabermos analisar a situação mediante os fatos. Assim chamamo-os de Pause Break, como uma tecla de computador que tem por finalidade interromper temporariamente a linha de comunicação, é isso que está acontecendo conosco atualmente.

O Onigiri Hardcore é um projeto que foi desenvolvido pela Onih Entertainment cujo o objetivo é transmitir as notícias relacionados ao mundo geek de uma forma mais simples e direta, mantendo o contato constantemente com o leitor, coisa que muitos sites grandes não fazem mais atualmente.

Mas o que acontece para que essa tecla seja apertada nessa época? Pois bem, como fundador do Onih Entertainment e do Onigiri Hardcore, terá que se ausentar devido ao excesso de funcionalidades presentes na vida pessoal, sendo assim, Onigiri Hardcore ficará inativo até Fevereiro de 2017. Como já estava anteriormente, tentamos manter a atividade, mas infelizmente isso não funcionou, sendo assim, declaramos que um Pause Break seria necessário desde que oficializado.

Ficaremos ausentados, mas não abandonados. Constantemente atualizações irão surgir no website oficial do Onigiri Hardcore e serão atualizados algumas funcionalidades que estavam com problema, muitas outras coisas podem mudar, podem ser retiradas ou serão mantidas do jeito que está. Esse será um momento de atualizações e parada obrigatória de tráfico de notícias em nosso website, por isso, recomendamos que não fique triste, pois quando retornar estará inabalável.

Alguns projetos estão sendo definidos e visados para o desenvolvimento do Onigiri Hardcore, afim de melhorar a comunicação entre website e leitor de uma maneira mais simples e direta, como também outras formas de efetuar uma leitura, saber sobre uma notícia e se entreter ainda mais com o website. Mudanças surgiram e manteremos informados através do twitter oficial da Onih Entertainment.

Sendo assim, oficializamos que nossa data de retorno será em Fevereiro de 2017, até lá, nos aguarde que estaremos cheio de força de vontade para deixar esse local ainda mais funcional e prático.

Fiquem ligados nas notícias.

Onigiri Hardcore - Pause Break

0 comentários

Pokémon GO nem saiu direito para a Austrália e Japão e quase o mundo inteiro conseguiu uma cópia dele, apesar de já estar no Google Play, ele ainda não está disponível para muitos países devido a testes em servidores. Pokémon GO saiu do ar após algumas horas de alegria para diversos fãs. Muitos acreditaram que a repentina queda dos servidores foi causada pela própria Nintendo, porém, não foi bem isso. Em poucas horas o jogo se tornou muito popular, porém, tecnicamente ele deveria ter sido lançado apenas na Austrália e no Japão. Com tantos pokémons e treinadores no mundo, era apenas uma questão de tempo até os servidores não aguentarem mais.

A demanda técnica do jogo faz com que a queda fosse esperada e como o jogo está apenas no seu inicio, ele provavelmente não aumentará seus servidores tão cedo. O jogo também já está causando diversos problemas, com pessoas encontrando Pokémons em locais muito estranhos, incluindo uma delegacia de polícia. “Para os Treinadores Pokémon usando Pokémon Go por aí – mesmo que o Departamento de Polícia de Darwin possa ser um Pokestop, por favor, estejam cientes de que vocês não precisam realmente entrar no prédio para conseguir suas Pokébolas. É também uma boa ideia olhar para frente, longe do seu celular, e para os dois lados antes de atravessar a rua. Esse Sandshrew não vai sair correndo. Fiquem seguros e capturem todos!”. Disse um dos policiais locais de Darwin.

Se você não foi um dos sortudos que conseguiu jogar Pokémon GO, saiba que em breve o jogo deve ser liberado oficialmente no Brasil, mas como a equipe do Onih Entertainment conseguiu ter esses pequenos momentos de felicidade iremos compartilhar alguns prós e contras, dicas e muito mais a respeito desse jogo.

O jogo está realmente incrível para aqueles que não conhecem o trabalho da Niantic, produtora de Ingress. O jogo conta com a sua participação na vida real, utilizando o sistema de GPS para encontrar diversos Pokémons e para complementar com o ambiente, o sistema AR também está disponível, um modo que permite utilizar a sua câmera dianteira para procurar pelos Pokémons no local em que você está e uma das falhas encontradas é você encontrar Pokémons flutuando em lugares que não deveriam estar ali, já que a falta de senso de direção é alertada no aplicativo.

No entanto, como é um jogo que está em diversas fases de testes, é muito interessante o modo que foi incrementado os Pokémon no jogo, mesmo com a presença de outros treinadores, a competição para pegar todos e ser o mais forte será visível em muitas pessoas no nosso cotidiano.

Infelizmente, não conseguimos obter tantos privilégios como a utilização dos CP's. Quando captura um Pokémon você ganha dois itens: StarDust e Candy. Cada aumento de CP (Combat Power - Poder de Combate) exige uma certa quantidade desse Candy e de Stardust. Obtendo a quantidade solicitada você pode evoluir seu Pokémon com mais facilidade do que esperar ele chegar ao nível de evolução.

A falta de Pokébolas caso aconteça é complicada já que você depende da lojinha virtual do jogo (isso exige dinheiro de verdade para comprar as PokéCoins a ser usadas para comprar os itens da loja) ou simplesmente uma PokéStop perto da sua casa ou trabalho. Porém, como não foi esperada a chegada desse aplicativo para o Brasil, alguma dessas funcionalidades não foram encontradas.

E para encontrar os monstrinhos, é só sair pela sua cidade até que algum Pokémon dentro do seu alcance (representado pelo círculo em volta de seu personagem) apareça e você possa capturá-lo. Uma dica legal é ficar de olho no “Nearby” no canto inferior direito da tela, nele indica através de pegadas se o Pokémon está próximo a você ou não, mas afinal, uma pergunta que muitos se fazem é como capturar Pokémon? Para capturar os Pokémons, assim que um aparece, ele irá fazer seu rugido característico, é só clicar no Pokémon e a tela de captura se inicia. Arraste a PokéBola com o dedo de forma que a arremesse em direção ao Pokémon onde ele aparece na sua tela e a sorte estará jogada. Uma dica legal, é prestar atenção no círculo verde que surge ao clicar na PokéBola. Quanto menor ele estiver na hora que a arremessar, maiores as chances de conseguir capturar o Pokémon.

O jogo está em fase de desenvolvimento e muitas atrações ainda podem chegar. Para saber mais informações sobre Pokémon GO é só seguir a nossa Página Oficial do jogo.










Texto-Análise: Pokémon GO (Mobile)

0 comentários

A Ubisoft divulgou um teaser de 30 segundos de Watch Dogs 2 no qual é possível ver alguém manipulando um smartphone e fazendo com que imagens e mensagens diversas apareçam em uma tela maior.

A única mensagem que fica clara é que a apresentação do jogo, provavelmente com a exibição do primeiro trailer, vai acontecer na quarta-feira, dia 8 de junho, às 13h do horário de Brasília, no site WatchDogs.com

Mais detalhes sobre Watch Dogs 2, assim como o gameplay, devem ser revelados durante a E3 2016.

Watch Dogs 2 | Ubisoft divulga teaser enigmático

0 comentários

No último final de semana, Jared Leto publicou algumas fotos em seu Twitter caracterizado como o Coringa. Muitos fãs especularam que Leto poderia estar regravando cenas de Esquadrão Suicida ou até mesmo gravando uma participação em Liga da Justiça. A verdade é que o ator e músico estava filmando o clipe de uma música de Skrillex em parceira com Rick Ross.

Ainda sem título, a faixa deve ser lançada ainda em 2016 e seus versos fazem referência a personagens e lugares da DC Comics, como o Crocodilo e Gotham City.

Esquadrão Suicida estreia em 4 de agosto.

Jared Leto estará como Coringa em clipe de Skrillex

0 comentários

Depois de Trunks, mais uma surpresa aguarda aqueles que estão acompanhado o novo arco de Dragon Ball Super. A nova edição da revista Shonen Jump divulgou a primeira imagem do mais novo vilão do anime: Black Goku, além de Trunks e Mai.

Black Goku é fisicamente idêntico ao simpático protagonista, a não ser pelos trajes pretos e brincos em formato bola verde. Ainda não se sabe muito a respeito do personagem, mas ele obviamente vai dar trabalho a Goku e seus amigos.

Em relação ao Trunks vindo do futuro, especula-se que ele não seja o mesmo que apareceu na saga Cell, mas isso só será confirmado, ou não, quando o episódio 47 for ao ar.

A nova saga de Dragon Ball Super é uma continuação da anterior (O Deus da Destruição Champa), e se passa após a batalha entre os universos 6 e 7. Atualização 3/6: O site oficial de Dragon Ball Super acaba de divulgar o plot inicial do novo arco e o título do episódio “SOS From the Future! A New Black Enemy Reveals Himself!”, cuja exibição será no dia 12 de junho.

“A história deste capítulo começa no futuro, quando a Terra está livre da dominação dos Androides. De repente, surge um homem chamado Black e Trunks tenta defender a todos. Ele não é um rival para ele, inclusive em sua forma Super Saiyajin. Bulma decide construir outra máquina do tempo e voltar ao passado para pedir ajuda de Goku e Vegeta, mas após meio ano, a máquina só acumulou combustível apenas para uma viagem de ida. Mais uma vez, Black surge diante de Bulma e Trunks”.

Reprodução.

Dragon Ball Super: Detalhes sobre o Black Goku

0 comentários

A mais nova edição da Weekly Shonen Jump revelou que o anime de One Piece vai ganhar um novo arco original, intitulado Silver Mine, realizando assim uma breve pausa na adaptação da saga de Zou do mangá de Eiichiro Oda.

O cantor Hiroshi Kitadani e a banda Kishidan serão responsáveis pelo novo tema de abertura da série, We Can!. Kitadani interpretou a primeira abertura de One Piece (We Are!), e a décima quinta (We Go!).

A trama deste arco inédito vai mostrar como Luffy e Bartolomeo foram sequestrados pela Silver Pirate Alliance, e levados a sua fortaleza, uma gigantesca mina de prata. Luffy e Bartolomeo vão tentar escapar, e a história será entrelaçada com a do novo longa-metragem, One Piece Film Gold, que estreia dia 23 de julho.

One Piece – Silver Mine começa a ser transmitido a partir de 26 de junho.

One Piece: anime terá arco original ligado ao novo filme

0 comentários

Na última quinta-feira, o aplicativo da editora Shueisha, Shonen Jump+, lançou um one-shot de 69 páginas que conta o passado de Hisoka, um dos personagens mais admirados do mangá Hunter x Hunter, de Yoshihiro Togashi.

Mas esta obra não leva a assinatura de Togashi e sim de Sui Ishida, autor do sucesso Tokyo Ghoul. O site da Jump também publicou um bate-papo entre os dois autores explicando como Ishida decidiu desenhar uma história sobre Hisoka, e as impressões de Togashi ao ler o material.

O one-shot foi uma forma criativa que a Shueisha encontrou para comemorar a chegada do 33º volume de Hunter x Hunter, lançado na última sexta, e a sétima edição de Tokyo Ghoul, à venda a partir do dia 17 de junho.

Reprodução.

Hunter x Hunter: Hisoka ganha one-shot

0 comentários

A revista Jump Square revelou que o aguardado D.Gray-man Hallow terá seis edições em Blu-Ray e DVD. As capas serão ilustradas pela autora da obra, Katsura Hoshino.

O primeiro volume trará 3 capítulos, enquanto os demais apenas dois. No total, Hallow terá 13 episódios. Tal informação também foi confirmada pelo site oficial do anime.

A história do mangá se passa numa Inglaterra Vitoriana alternativa onde o jovem Allen Walker é membro de uma misteriosa organização ligada ao Vaticano, cuja missão é erradicar do planeta os Akuma, criaturas malignas capazes de possuir o corpo de uma pessoa para semear o mal onde quer que vão.

D.Gray-man Hallow estreia dia 4 de julho na TV japonesa.

D.Gray-man Hallow terá 13 episódios

0 comentários

O site oficial da adaptação para o anime de Rewrite, novel da Key / Visual Art, divulgou há poucas horas a data de estreia oficial da série e uma nova imagem promocional.

O primeiro episódio será um especial com uma hora de duração, e será exibido no dia 2 de julho.

A animação é de responsabilidade do 8-Bit (Absolute Duo), desenhos de Masayuki Nonaka (Another) e direção de Tensho (Kinmoza! Kiniro + Mosaic).

Foi revelado que Runa Mizutani, do NanosizeMir dōjin, vai interpretar as canções de abertura e encerramento da série, intituladas Philosophy e Sasayaka na Hajimari (começo modesto) respectivamente. Já Anri Kumaki cantará a música tema do anime, End of the World (Fim do Mundo), escrita por Jun Maeda.

Rewrite contará com uma trama original, ainda não contada nos jogos da série.

A estreia está prevista para julho.

Divulgação. © Key

Rewrite ganha data de estreia e nova imagem

0 comentários
Após o anúncio da produção do live-action de Fullmetal Alchemist, mais um mangá pode ganhar sua versão com atores de carne e osso: trata-se de JoJo’s Bizarre Adventure, obra de Hirohiko Araki, segundo informa o Cyzo [via Adala News].

Segundo a nota, a produção deve adaptar o terceiro arco da obra, Stardust Crusaders, com inclusive uma opção para protagonização do personagem principal, Jotaro: Kento Yamazaki (L na série de Death Note).

A informação por enquanto deve ser considerada apenas como rumor, já que não existe uma confirmação oficial, no entanto, vale destacar que este é o mesmo site que antecipou o anúncio do live-action de FMA.

Se confirmado, JoJo’s Bizarre Adventure chegará aos cinemas japoneses em 2018.

Reprodução.

JoJo’s Bizarre Adventure pode ganhar filme live-action

0 comentários

Faltando poucas semanas para sua estreia no Disney XD, as empresas envolvidas em trazer o anime Yo-Kai Watch para o Brasil e América Latina realmente estão fazendo de tudo para que a série seja, como no Japão, um grande sucesso por aqui. Prova disso é que o título estará disponível em breve também pela Netflix, mas ainda sem uma data prevista. A série já faz parte do catálogo da plataforma nos Estados Unidos.

O anime está sendo distribuído na região pela MarVista Entertainment, porém não é possível afirmar que as demais temporadas serão dubladas em português, uma vez que tudo irá depender da recepção do público junto ao programa.

A adição de Yo-Kai Watch ao serviço pode acontecer durante a exibição no Disney XD ou alguns meses depois.

Yo-Kai Watch também chegará à Netflix

0 comentários
AniTube passa para investidores japoneses

Recentemente muitos fãs de animação japonesa devem ter reparado que já não conseguem aceder ao Anitube, o maior website de streaming de anime em português. O site cresceu de tal maneira que o governo japonês destacou em Julho de 2014 o Anitube como um dos principais websites que facilitam a distribuição e exibição ilegal de manga e anime em português e no início deste ano noticiámos que o Google já removeu mais de 12 mil links do seu motor de pesquisa que apontavam para o Anitube.

Estivemos então à conversa com a administração do Anitube que no pouco que nos pode revelar afirmou que o controle do site está a ser transferido para novos donos, investidores japoneses, e que inclusive a decisão de bloquear o acesso somente para o Japão foi decisão deles.

Também para desmistificar a ideia negativa que os utilizadores podem ter sobre os administradores do Anitube, foi-nos fornecido o último invoice pago à empresa que hospeda os servidores do site para que assim tenham uma melhor ideia do que custa manter o Anitube online.

invoice-abril-1

AniTube passa para investidores japoneses

0 comentários


Diante de tantos projetos que estão sendo desenvolvidos ao longo do tempo, a Onih Entertainment, nome responsável pelo desenvolvimento do Onigiri Hardcore, Pokémon GO Brasil e Sociedade GEEK, está evoluindo cada dia que passa e uma prova disso é o lançamento oficial de seu website ou seu portal de notícias sobre os seus projetos assim divulgando e mostrando mais detalhadamente cada projeto que foi desenvolvido e está sendo desenvolvido, explicando com mais detalhes e sendo preciso no que cada projeto faz, assim como também divulgando novas atualizações e várias mudanças que podem ocorrer com cada projeto, seja em questão de mudança de website, mudança de membros ou uma revolução dentro do nome que a Onih Entertainment carrega.

A equipe do Onih Entertainment transformou-se rapidamente em alguns meses, sendo responsável por vários desenvolvimentos, ela atua no ramo de entretenimento proporcionando evolução e maneabilidade para aqueles que estão querendo aprender. A Onih Entertainment, assim como o Onigiri Hardcore tem o objetivo de agregar novos membros para a equipe para assim trabalharem juntos e evoluindo com os novos desafios, transformando o nome em um pontapé inicial para aqueles que querem futuramente trabalhar no ramo de Notícias, Entretenimento, Jogos, Programação, Web Design, Design Gráfico e muitos outros.

A Onih Entertainment deixou as portas abertas para esses novos membros que desejam ingressas na equipe e fazer parte desse projeto que ainda não constitui um nome, mas que pretende recrutar e ajudar aqueles que mais precisa nas áreas disponíveis dentro da "empresa".

Agora você consegue visualizar todas as notícias que acontece com o Onih Entertainment com mais detalhes e facilidade em um único lugar. Esse pequeno portal foi desenvolvido não apenas para mostrar seus projetos, como também irá mostrar novas propostas, desafios que a equipe estará enfrentando e as atualizações de seus projetos assim que possível.

Dessa forma a Onih Entertainment divulga e espalha seu conhecimento de uma forma mais dinâmica num único lugar, concluindo também a apresentação de novos projetos que envolve o entretenimento, como a arte do negócio.

O Onih Entertainment está crescendo e esse é o começo de uma nova era.

Por mais que o portal tenha sido lançado, muitos erros e problemas estão sendo analisados e solucionados de acordo com o tempo, normalmente tal desenvolvimento levaria alguns meses para ser lançado, mas a necessidade de explicar algo mais complexo era algo que requeria um website, ao invés de apenas utilizarem o Twitter com poucos caracteres para explicar algo muito maior.

Se você está interessado em participar dessa equipe, entre em contato com a gente e estaremos o mais rápido possível analisando a sua situação e ingressando você a mais um passo da evolução.

Clique na imagem e você será redirecionado para nosso S.A.U. - Sistema de Atendimento ao Usuário.

Acesse também o Portal Oficial da Onih Entertainment.


Lançamento: Portal da Onih Entertainment

0 comentários

Sabemos que esse ano não estará sendo um dos melhores fpara o Onigiri Hardcore, a carga horária diminuída radicalmente fez com que o site literalmente parasse de evoluir, mas esse não é um ponto tão fraco assim. Graças a carga horária drasticamente diminuída conseguimos dinheiro e com esse financiamento entrando em nossas carteiras, temos mais acesso aos cinemas e a dar um possível pontapé inicial aos nosso projetos, mas isso estará sendo destacado em outra matéria.

Capitão América: Guerra Civil ou Capitain America: Civil War é um filme que todos estavam aguardando ver sangue para todos os lados independente do que aconteça, apesar de ter sido anunciado quase junto ao Batman v Superman fica estranha a ideia de heróis x heróis, mas não vamos descartar uma história tão forte como essa que foca tantos pontos positivos e negativos envolvidos na HQ a ponto de deixarem os fãs enlouquecidos.

Primeiramente vamos falar do desaparecimento de alguns personagens e o porquê.

Começando com a Vespa, muitos acharam que ela seria incluída graças a participação em Homem Formiga, mas o motivo dela ter desaparecido foi o fato de ela não ter uma história ainda nas telonas, o que deixariam os fãs confusos pelo fato de como ela estar treinada para o combate? É por isso que a Marvel decidiu deixar de lado e pensar se existe a necessidade dela nas telonas e se caso for necessário, ela irá aparecer, mas no momento ainda não.

Hulk (Bruce Banner), um herói que é considerado quase um simbolo para os vingadores pela sua tamanha força e raiva simplesmente não está desaparecido, mas é um mistério. Presente no Festival de Veneza para divulgar o longa Spotlight, Mark Ruffalo aproveitou a oportunidade para explicar o porquê do Hulk não integrar a equipe de super-heróis de Capitão América - Guerra Civil. "O motivo é grandioso demais para ser revelado neste filme. Eu estava no roteiro, mas eles acabaram me excluindo. Eles não querem dizer onde estou nem o porquê. Não sei nem se o Hulk aparecerá novamente em breve."

Entre vários outros membros que simplesmente apareceram e nem se quer fizeram seu papel direito como Ossos Cruzados um vilão que é algo que deveria ter sido estudado melhor, uma entrada natural foi ideal, porém, uma saída forçada não é o que muitos desejam ver, assim como Homem Aranha que apesar de ter sido muito focado, ele foi demonstrado com suas táticas de batalha e suas cenas cômicas que sequer havia sido apresentada nas telonas, isso traz um grande alívio para os fãs do cabeça de teia, já que agora, sabemos que Tom Holland está fazendo o melhor para o aranha, mais do que os membros anteriores.

Com uma quantidade impressionante de heróis e personagens coadjuvantes, Capitão América: Guerra Civil é um dos maiores filmes da Marvel Studios, e todos os seus personagens encontram uma função própria.

Gavião Arqueiro
Após meses aposentado devido aos eventos de Vingadores: Era de Ultron, Clint retorna por ter sido convocado pelo Capitão América - e por sentir que deve algo à Feiticeira Escarlate. Aqui, o personagem é pouco desenvolvido, mas tem algumas cenas bem marcantes. O melhor exemplo disso é sua primeira aparição no filme, onde ele chega a desarmar, por um breve período, o Visão. O seu uniforme mudou e ele possui um arco multifuncional agora.

Máquina de Combate
James Rhodes tem um papel fundamental no filme, servindo como uma das motivações principais de Tony Stark no terceiro ato do filme. O herói tem seu lado militar e obediente às forças superiores explorados, ao mesmo tempo em que se mostra relutante de enfrentar amigos. Ainda assim, pouco é desenvolvido a respeito de sua personalidade. A segunda parte de seu nome, o "combate" também foi aprimorado. Agora, ele carrega um bastão especial e possui novas armas instaladas em sua armadura.

Homem-Formiga
Tendo um papel sobretudo cômico no filme, Scott Lang retorna de uma forma muito interessante. Seu traje foi aprimorado, de forma que algumas vulnerabilidades de seu antigo uniforme foram consertadas. Trazendo piadas que funcionam muito bem para aliviar a tensão sem perder o clima do conflito, ele também apresenta uma nova habilidade muito útil que pode ser explorada nos filmes futuros do herói.

Visão
Agora mais consciente e em maior controle de suas habilidades, o Visão se tornou um dos Vingadores mais poderosos, sendo colocado como "guarda-costas"/carcereiro de um de seus colegas durante o filme. No conflito, ele representa a lógica fundamental, e por isso se alia à equipe do Homem de Ferro com muita facilidade. Isso, contudo, entra em choque com o elemento humano dos outros personagens, e é uma subtrama bem interessante, ainda que pouco desenvolvida.

Falcão
Como personagem, Sam Wilson cresceu bastante, sendo agora um Vingador definitivo e tendo uma dinâmica de combate bem orgânica com sua equipe. Além disso, ele agora possui um drone auxiliar chamado Asa Vermelha, e seu novo uniforme tático permite com que ele utilize suas asas em situações bem peculiares, de maneiras diferentes.

Feiticeira Escarlate
Uma das heroínas que possui um arco central no filme, Wanda está lidando com a descoberta de seus poderes, e isso a assusta. Ela está muito mais poderosa e no controle de suas habilidades, mas ainda assim, certas coisas a escapam. Além disso, surge na trama um dilema sobre a quem ela deve lealdade, o que põe a personagem contra a parede e força ela a enfrentar um de seus maiores amigos.

Viúva Negra
Natasha aqui representa uma pessoa em conflito entre o que é certo e o que é fácil. Devido às suas conclusões, ela se torna aliada da equipe do Homem de Ferro, e isso é problemático, uma vez que ela é grande amiga do Capitão América e de outros membros de sua equipe. A heroína continua impressionando nas cenas de ação, porém, aqui é algo fora do normal pela forma como ela consegue derrotar mais de um inimigo de uma só vez.

Soldado Invernal
Ainda assombrado pelos fantasmas deixados pela HIDRA, Bucky está de volta, buscando se esconder do mundo que o teme como um terrorista procurado. Ele logo é manipulado, e então o mundo se volta contra o Soldado Invernal, e o Capitão América precisa defendê-lo. É interessante analisar a relação dele com o Capitão América e o resto da equipe, além de ver seus próprios demônios internos entrarem em conflito enquanto a trama progride e certas subtramas são descobertas.

Homem-Aranha
E sim, aquele que todos esperavam! Apesar de ter uma das menores participações do filme, basta para dizer o porquê e para quê veio. Peter Parker é introduzido rapidamente, e logo está no campo lutando no meio de vários super-heróis. Seu papel é sobretudo cômico, mas já conseguimos notar o nível de habilidade do personagem e sua genialidade científica, além de perceber que ele será apadrinhado pelo próprio Homem de Ferro.

Homem de Ferro
Muito menos sarcástico e piadista que nos filmes anteriores, Tony Stark está sóbrio e procurando uma saída para suas incertezas e receios, uma vez que diversos fatores estão se colocando em seu caminho e fazendo o questionar sobre sua vida heroica. Aqui, ele toma uma decisão principalmente lógica, e realmente sentimos seu pesar por enfrentar amigos. Porém, em uma virada, ele abandona toda essa lógica e se torna um agente da vingança.

Capitão América
Sendo dono do filme em questão, é inegável que Steve Rogers tem uma das maiores participações. Aqui, ele se vê dividido entre dois lados: ou ele defende a liberdade civil dos super-heróis, ao mesmo tempo em que protege seu grande amigo, ou ele segue alguns de seus companheiros e evita um confronto de proporções trágicas. Para todos os casos, ele está muito mais bem treinado, e sua inocência já foi abatida após os eventos de Soldado Invernal, de forma que ele sabe bem em quem não confiar.

Pantera Negra
Acima do Capitão América, apenas um personagem consegue roubar a cena e é T'Challa de Wakanda! O personagem adentra no conflito por motivações pessoais, e logo se vê em um jogo por vingança. Contudo, conforme a história se desenrola, ele percebe que pode estar do lado errado.Com visual impressionante, coreografia marcial ainda mais bem desenvolvida que todos os outros heróis e uma seriedade emocional que não é vista em nenhum dos outros heróis, o Pantera é o melhor personagem da Guerra Civil.

Mas apesar de todo esse comentário de cada personagem, Guerra Civil deixou muito a desejar a morte de Steve Rogers e como isso aconteceria, porém, não aconteceu e ficou algo ainda vazio a ser decidido, será dada uma largada para uma continuação, onde essa hipótese ainda irá acontecer? Quando o Homem Aranha irá receber o "Aranha de Ferro", traje que o Tony Stark inventou para ele? Existem muitas perguntas, mas que podem ser respondidas numa sequência, mas não descartamos o primeiro filme, é claro, ele tem muitos efeitos positivos, cenas de batalha sem cortes exagerados de dublês, isso inclui cenas de destruição e impacto que deixa as cenas muito mais realistas.

Capitão América: Guerra Civil é um filme que recebe os seus oito pontos de conquista devido a um excelente trabalho da equipe em muitas cenas, apesar de faltar muitos personagens, comparado a Guerra Civil das HQ's, seria muito inútil envolver tantos personagens que não seriam explorados nenhum pouco, assim também, o filme abre alas para os filmes solos que demonstra serem espetaculares antes mesmo de sair um dos trailers ou tesers a respeito.

Nos resta aguardar qual é o plano da Marvel e claro, ficar emocionado com a aparição de tantos personagens habilidosos e que jamais iriamos ver nas telonas como gostaríamos, basicamente, é um sonho de criança que está sendo realizado.

Dúvidas, Sugestões, Correções e Discussões, todas elas se iniciam nos comentários, fiquem à vontade. A troca de conhecimento é a arma fundamental para a evolução.

Texto-Análise: Capitão América - Guerra Civil

0 comentários

O que são eSports e como vêm se popularizando?

Uma nova modalidade esportiva vem surgindo nos últimos anos, o e-sport. Trata-se de uma modalidade em que jogos são disputados apenas com um computador ou um console à frente dos jogadores. Há vários jogos, que podem ser disputados individualmente (em que o oponente do jogador é o próprio computador) ou em equipes (de até cinco pessoas cada).

Apesar de não ser muito popularizado, atualmente há um grande público para essa modalidade, com campeonatos mundiais e generosas premiações. Como exemplo, temos o jogo Counter-Strike GO (FPS desenvolvido pela Valve), que premiou a equipe campeã da Major League Gaming Columbus (Luminosity Gaming) com 500 mil dólares, e o jogo League of Legends (Moba desenvolvido pela Riot Games), que premiou a equipe campeã mundial (SKT Telecom T1) com 1 milhão de dólares. Com essa divulgação, diversas equipes de e-sports vêm surgindo para a disputa desses campeonatos em busca de premiações. Com o crescimento do público para essa modalidade, seus campeonatos mundiais se tornam tendência entre todas as faixas etárias e são ainda mais estimulantes devido às suas generosas premiações.

Quem pensa que esses jogos são fáceis e apenas requerem ficar sentado numa cadeira se engana. É necessário um alto nível de reflexo, de estratégia e conhecimento do jogo, por isso são necessários treinamentos intensivos. As equipes grandes de e-sports possuem uma casa, chamada de Gaming House, para o treinamento que possui, na maioria das vezes, uma nutricionista, para regular a alimentação, e rotinas determinadas entre treinos, análise de jogos, horários de alimentação, descanso e até academia.

Com tantas organizações presentes, não é difícil ver que esse mercado vem crescendo, tanto para os jogadores, como para a comissão técnica. Sobre a possibilidade de se tornar um jogador profissional, Guilherme Pereira, aluno do terceiro ano de Eletroeletrônica, afirma: “já pensei, mas nunca tentei tornar isso real, pois acho que não teria tempo, nem a habilidade necessária. Com a popularização do e-sport, essa profissão só tende a crescer; os jogadores têm como profissão aquilo que provavelmente amam fazer”.

Muitas dificuldades ainda são encontradas pelos jogadores que desejam se tornar profissionais. Dentre os problemas, os mais comuns são o conflito com estudos (faculdade ou ensino médio), pois é necessário muito tempo e dedicação para se tornar profissional, e a falta de apoio da família, que costuma não reconhecer essa profissão. Recentemente, uma instituição de esportes convencionais, Santos FC, negociou com uma organização de e-sports, Dexterity Team, formando a Santos Dexterity. De acordo com o analista de marketing do Santos FC, a negociação foi um modo que o clube achou de se aproximar dos torcedores e praticantes do e-sport, para conhecer esse “novo mundo”.

Podemos notar a popularização olhando para a Gincana Solidária do Cotuca de 2015, que teve dois jogos online disputados (Counter-Strike GO e League of Legends), que foram recebidos com grande expectativa pelos alunos, lotando uma sala de aula para assistir à disputa. De acordo com Guilherme, os jogos trouxeram uma interação maior entre os alunos. Ele ainda completa: “achei realmente muito legal, não imaginava que algo como aquilo [a prova envolvendo e-sport] fosse possível em uma escola. Mesmo os que não jogavam acabaram participando da torcida”.

Há planos para inserir os e-sports nas Olimpíadas devido a essa popularização. Um abaixo-assinado virtual para isso, chamado Torch for Gaming, já conta com mais de 90 mil assinaturas de 214 países. Como argumento para essa inclusão, o Diretor Executivo do Gamer Institute, Daniel Grzelak, diz que, na visão dele, há nos Jogos Olímpicos modalidades mais esquisitas e menos importantes do que os games.

Quanto ao crescimento e popularização de e-sports, o aluno do terceiro ano de Informática Vinícius Yu, que também jogou na gincana, diz: “ao longo dos últimos anos, percebi um crescimento enorme no mundo do e-sport. A cada torneio que passava, a quantidade de fãs aumentava. Isso vem possibilitando grandes investimentos em infraestrutura, tanto nos jogos, quanto nas competições, tornando os games cada vez mais acessíveis e destruindo cada vez mais a barreira entre os esportes tradicionais. Eu não me surpreenderia se em alguns anos seus campeonatos se tornassem eventos comparáveis a grandes torneios de esportes convencionais”.

eSports: Uma "nova" modalidade

0 comentários

Muitos pensaram que o filme seria algo magnifico de se ver, uma luta entre Batman contra Superman seria algo definitivamente brutal e lindo de ser assistido, até porque os desinformados protestavam em eventos e redes sociais que o Superman venceria o Batman facilmente, mas eles são desinformados e a gente não culpa a falta de conhecimento deles, mas vamos ao que interessa. Lembrando que a análise a seguir possui spoilers, se caso você não assistiu o filme. Não fique decepcionado ou irritado com certos comentários da análise, se existe uma contraversão de sua parte, manifeste-se nos comentários.

Batman v Superman, um filme que deixou muitos com a lágrimas de felicidade ao ver o trailer magnifico de tal produção, mas o esperado foi que toda surpresa estava no trailer e acabou deixando o filme sem o que mostrar de surpreendente. O que deveria ser a entrada triunfal de Doomsday (Apocalypse) acabou se tornando algo sem graça e sem vivacidade. Mas vamos ao começo de tudo, Superman é um cara que não sabe lutar direito e como os Power Rangers, ele necessita destruir a cidade para salvar a cidade, a questão é que toda a briga se baseia em ideologias, ao menos no começo do filme, é isso que se passa.

De um lado temos o Superman que é um alien que salva humanos porque admira a força de vontade, a compaixão e outros sentimentos que os humanos tem a oferecer, isso inclui também na esperança que eles carregam consigo e não só esses motivos como vários outros motivam ele a seguir em frente e salvar a raça humana, basicamente ele se apegou demais, mas isso não importa. Independente da maneira que será necessária, ele vai salvar e ele aprendeu assim, salve a vida de um, mesmo que vários morram. A questão é que ele foi salvar uma cidade e isso ocasionou em várias mortes, mas o que muitos acham é que ele não liga para essas mortes, ele liga, se arrependeu da maneira que fez, mas fazer mais o que? Ele não é uma dádiva para trazer as pessoas de volta a vida e apenas aceitou isso, quieto, recebendo humilhação e difamação, mas mesmo assim ele se mantém forte e controlado emocionalmente.

movie superman batman v superman batman vs superman batman v superman dawn of justice

E do outro lado temos Batman, um ser humano que defende a sua teoria de que um dia, se caso o Superman decida destruir a raça humana em um piscar de olhos, ele tem poder para fazer isso e ninguém pode pará-lo, ele crê que os humanos estão dando muito crédito a ele e quando dependerem de Superman para se defenderem, ele pode simplesmente sumir e deixar todo mundo entrar em caos. A questão em si é, Superman tem poderes de um "Deus", ele pode fazer o que bem entender, mas ele é um ser que pensa e tem sentimentos, será mesmo que ele aguentará a pressão de salvar tudo e todos, mesmo sendo humilhado quando faz algo de errado? E outra coisa a ser adicionada, no filme, não sabem ainda que Superman ama a Lois Lane, mas quando descobrirem acha mesmo que isso não vai ser um alvo fácil para atrair ou deixá-lo irritado para se voltar contra a humanidade? Protestamos isso uma vez em Injustice e testemunhamos o caos que isso virou e com certeza Batman teve essa visão de quanto pode ser ruim para todos se caso o Superman sair do controle, mas antes que seja a esse nível, Batman quer que ele seja controlado, antes que seja tarde demais para todos.

Batman v Superman: Dawn of Justice batman vs superman superman vs batman batman superman

O inicio do filme é todo envolvendo essa troca de ideologia e desavença entre eles, Batman quer amenizar esse poder que o Superman possui e baixar a graça dele, mostrando que mesmo ele sendo considerado um "Deus", ele também sangra. Mas a questão e a verdadeira rivalidade é a aparição de Lex Luthor, o isqueirinho da história. Ele fica intrigado pelo fato de que Superman não quer brigar e está preocupado com outras coisas do que se irritar com o Batman e no entanto, Batman está apenas querendo ter uma conversa natural com socos e chutes. O Superman mesmo se negando a lutar com ele, é forçado a travar essa batalha, graças ao Lex Luthor que captura a mãe adotiva de Superman, Martha Kent e ameça matá-la se caso Superman não lutar com Batman.

Ambos lutam intensamente, Batman estava intensamente preparado com bombas de gás kriptonianas e uma lança com kriptonita, mas para vocês entenderem melhor, encontraram uma pedra de kriptonita na Terra, Lex Luthor se apossou dela e Batman a roubou. O que foi o mais incrível e miseravelmente uma falha de Bruce Wayne foi utilizar metade da pedra para desenvolver duas bombas de gás que fez com que Superman ficasse fraco por alguns segundos e a outra metade da pedra foi usada para ser uma lança, pois bem. A luta é intensa, muitos socos, lugares sendo destruídos, referencias de histórias em quadrinhos até que a luta fica densa e Batman está muito bravo com Superman a ponto de deixá-lo imobilizado no chão ameaçando fincar a lança no seu peito.

batman trailer superman dc batman v superman

Superman abre o jogo e fala que Lex Luthor está com a Martha. Bruce Wayne fica bravo e acha que a Martha mencionada é a mãe dele, Martha Wayne, mas quando ele vai matar Superman, Lois aparece e fica na frente do Superman protegendo-o, afirmando que a Martha mencionada é a mãe dele e que Lex Luthor está com ela, ele se recusa a matar Superman e Lois Lane joga a lança num buraco com água da construção que eles estão, Superman pede ajuda de Batman, ele aceita, ambos viram amigos apenas pelo fato de que Martha Wayne e Martha Kent possuem o mesmo nome. É isso, o fim da briga deles, uma briga de ideologia e intensa raiva é finalizada pela menção do nome da mãe.

Os fãs posteriormente ficaram muito bravos com isso e até os dias de hoje são encontradas sátiras referente a isso, mas enfim. Lex Luthor vai perder o confronto, são dois contra um, então ele chama sua arma secreta, Doomsday. Superman e Batman ficam admirados com o que irão enfrentar agora, porém não sabem como vencer a criatura. 

batman v superman

Mulher maravilha aparece, porém, ela faz poucas coisas e depois fica de espectadora, a entrada dela é triunfal, mas o papel inteiro dela no filme se resume em ir atrás de uma foto que está armazenada num HD que Bruce Wayne roubou de Lex Luthor.

Uma outra luta começa, é destruição de um terreno vazio, quanto mais Doomsday apanha mais ele fica forte, sem esperança, Superman se recorda que ele é um kriptoniano e vai atrás da lança que a Lois jogou naquele buraco, ele pega a lança com dificuldade e quase não morre afogado porque Lois Lane estava lá, ele pega a lança e nessa hora vem a maior falha da história da humanidade. Superman ao agarrar a lança com kriptonita, vai em direção ao Doomday que está a alguns quilometros de distância e voa com ela em direção a ele, sem a qualquer momento perder as forças ou simples oscilar em seu voo, como se ele fosse mais forte que a kriptonita. Ele mata Doomsday com a lança, mas Doomsday antes de morrer retira a lança de seu peito e finca no Superman, ambos morrem.

E a unica parte interessante é antes de toda a briga quando a Mulher Maravilha acessa o HD que humildemente Bruce Wayne devolve a ela e encontra algumas pastas com símbolos estranhos sendo eles representações de Batman, Superman, Mulher Maravilha, Flash, Aquaman e Ciborgue, supostamente a Liga da Justiça. Todas as pastas contém materiais de vídeo que mostram eles se manifestando ou seja, alguns estão na ativa, porém escondidos e outros estão sendo desenvolvidos, Batman sabe disso e sabe ainda mais que em breve eles serão chamados para uma causa maior. E a outra questão a ser definida é que nenhum deles possuem uniformes, exceto Superman, Mulher Maravilha e Batman, o que leva a crer que Lex Luthor desenvolveu o simbolo para eles, já que quando The Flash é visto usando seus poderes em um vídeo de um estabelecimento, ele não está com traje e sim, vestido casualmente. E quanto aos demais membros da Liga que não foram mencionados como o Lanterna Verde, não sabemos se ele irá aparecer ou não, porém ficamos no aguardo.

Finalizando esse resumo que eu fiz sobre o filme, as cenas são boas, os efeitos também, porém o roteiro tinha muito que melhorar e as cenas de continuidade deveriam ser analisadas com mais precisão, ninguém merece ver Lois Lane sair de um poço de água com o cabelo seco e também desejar que o final seja mais impactante para os fãs, ninguém merece descobrir que uma briga como a de Batman v Superman termine por causa da mãe, é algo simplesmente irracional e sem sentido. Mas fora essas falhas, o filme é razoavemente bom e merece ser assistido para você se frustrar um pouco e ter um bom entendimento de como será a introdução da Liga da Justiça, esse é apenas o começo e a DC Comics junto com a Warner Bros estão cientes que por conta das críticas, os filmes futuros, como Suicide Squad e Liga da Justiça terão suas alterações para agradar o público.

Texto-Análise: Batman v Superman

0 comentários
Street Fighter V está quase aqui, e a Capcom está aproveitando para demonstrar mais dos personagens que estão no elenco de lançamento do jogo, incluindo o veterano Ken Masters, que conta com novos visuais e habilidades, além de movimentos clássicos.

No vídeo abaixo, o gerente de comunidade da Capcom, Matt Edwards, detalha algumas das coisas que Ken pode fazer em Street Fighter V. É o primeiro vídeo de uma série da desenvolvedora para fazer “introduções” aos personagens do jogo.

Street Fighter V será lançado no dia 16 de fevereiro para PS4 e PC.

Vídeo de Street Fighter V apresenta o novo Ken

0 comentários

Faltando apenas um dia para o lançamento de Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4, já existem vídeos mostrando um pouco do trabalho de localização do game para nosso idioma, que foi realizado pelo Grupo Macias.

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 é uma continuação de NS: Ultimate Ninja Storm 3, e cobre todo o resto do mangá. O título será lançado em 5 de fevereiro para PlayStation 4, Xbox One e PC (viam Steam).

Naruto Shippuden – UNS 4: novos vídeos dublados

0 comentários

O velocista escarlate de Central City vai visitar National City em março. A DC Comics confirmou que fará um crossover entre Supergirl e The Flash em março deste ano, no qual Barry Allen (Grant Gustin) vai se encontrar na cidade de Kara (Melissa Benoist).

“Nós estamos incrivelmente animados para anunciar algo que sonhamos em fazer desde que começamos a fazer Supergirl – The Flash e Supergirl vão se juntar,” disseram os produtores executivos de ambas as séries, Greg Berlanti e Andrew Kreisberg. “Nós queremos agradecer Grant Gustin por tirar o tempo e vir visitar (em cima de todo o trabalho imenso que ele já tem) e todo o pessoal na CBS, The CW, Warner Bros. e DC por fazer isso acontecer. E finalmente obrigado aos fãs e jornalistas que continuaram e pedir por isso. É nosso prazer e esperamos criar um episódio merecedor do entusiasmo e apoio de todo mundo.”

A DC Comics diz que os pedidos para o crossover eram grandes, o que não é surpresa já que The Flash e Supergirl tem os mesmos produtores executivos e funcionam com tons semelhantes. Ambas não se preocupam em ser sérias ou realistas, focando mais no lado maluco e divertido de HQs.

Ainda não temos muitos detalhes do episódio, mas sabemos que ele acontecerá no dia 28 de março – três dias depois da estréia de Batman v. Superman – e se chama Worlds Finest, uma brincadeira com World’s Finest, o apelido dado para a dupla Batman e Superman.

Neste caso, World’s Finest seria s Melhores do Mundo, e Worlds Finest os Melhores dos Mundos, indicando que o Flash vai, mais uma vez, viajar entre universos para chegar na terra de Supergirl. O que confirmaria a ideia que as séries da DC existem dentro de um multiverso, conceito com o qual os leitores da editora estão mais do que familiarizados.

Crossover entre Supergirl e The Flash é confirmado

0 comentários

Grand Theft Auto V continua a crescer na lista dos jogos mais vendidos de todos os tempos. A Take-Two, empresa mãe da Rockstar, anunciou em seu relatório financeiro mais recente que o jogo chegou a 60 milhões de unidades vendidas para varejo.

É um aumento impressionante se considerarmos que em agosto as vendas do jogo estavam em 54 milhões, mas a performance da Take-Two no trimestre final de 2015 não foi muito boa. A renda da publisher foi de US$ 486.8 milhões, comparados a US$ 954 milhões em 2014. O lucro foi de US$ 99.7 milhões, mais de 50% abaixo dos US$ 211.6 milhões anteriores. Entretanto, a empresa diz que os resultados foram melhores do que o esperado.

A queda era esperada pela Take-Two, já que a empresa, no último trimestre de 2014, lançou Civilization: Beyond Earth, Borderlands: The Pre-Sequel e GTA V para o PlayStation 4 e Xbox One.

As maiores contribuições para as finanças da Take-Two no trimestre foram GTA V e rendas do modo multiplayer do jogo, GTA Online, que tem diversas microtransações. A empresa também citou NBA 2K17, WWE 2K16 e Borderlands, que juntos com Civilization geraram US$ 213.6 milhões de renda em conteúdo digital, o que cobre 44% da renda total da publisher no período.

GTA V alcança 60 milhões de unidades vendidas para varejo

0 comentários

A Ubisoft divulgou um novo trailer de Far Cry Primal, feito com atores, e mostrando a involução da raça humanidade, particularmente quando o assunto é avançar no território inimigo durante uma campanha de guerra.

O vídeo começa numa guerra moderna, partindo então para a o Dia D na segunda guerra mundial, guerra civil americana, até finalmente chegar na idade da pedra, que é quando se passa Far Cry Primal, um mundo com mamutes e tigres dentre de sabre.

O trailer é quase todo live-action mas no final há algumas cenas de gameplay mostrando personagens e combates do jogo.

Far Cry Primal será lançado no dia 23 de fevereiro para PS4 e Xbox One. A versão de PC chega no dia 1º de março.

Trailer de Far Cry Primal mostra a involução da humanidade

0 comentários

Série muito conhecida e admirada pelos otakus brasileiros, Sakura Card Captors (Card Captor Sakura) comemora 20 anos de existência este ano, e para celebrar esta importante data, a edição de fevereiro da revista Nakayoshi vai lançar um projeto especial do grupo CLAMP, cujos detalhes serão revelados mais adiante.

No embalo do aniversário, o canal japonês BS Premium vai reapresentar a partir do dia 6 de abril, a adaptação animada produzida em 1998 pela Madhouse.

O mangá de Sakura Card Captors começou a ser publicado pela Nakayoshi em maio de 1996, tendo sido finalizado em junho de 2000. O anime foi transmitido pela NHK e teve 70 episódios produzidos, dois filmes e três OVAs lançados em formato DVD.

Sakura Card Captors chegou ao Brasil durante a era de ouro dos animes no Cartoon Network, cativando rapidamente o público com sua história. Além de uma rápida passagem pelo Boomerang, a série também chegou a TV aberta pela Rede Globo. Anos depois teve seu mangá publicado pela JBC.

(c) CLAMP, Shigatsu Tsuitaichi Co., Ltd.

Sakura Card Captors: Projeto celebra 20° aniversário

0 comentários

A Bandai Namco Entertainment definiu o lançamento oficial de Digimon Story Cyber Sleuth no Brasil. O jogo estará disponível para PlayStation 4 e PS Vita (apenas em formato digital) a partir do dia 16 de fevereiro.

O sistema de batalha por turnos deverá agradar em cheio os jogadores amantes de JRPGs, que vão atuar como detetives cibernéticos para descobrir a causa de misteriosos eventos que abriram portais, libertando digimon perigosos, e criando uma fusão entre o mundo real com o Digimundo.

O título conta com mais de 200 digimon para os jogadores interagirem, incluindo os populares Agumon, Patamon, e Gaomon. Será possível criar, treinar, esbanjar e digivolver sua equipe para lutar contra outros digimon e jogadores no modo online.

Digimon Story Cyber Sleuth chega ao Brasil em fevereiro

0 comentários