Resultado de imagem para george rr martin

O criador de Game of Thrones, George R. R. Martin quebrou o silêncio e revelou novas informações sobre os spin-offs da série em seu blog. Segundo ele os spin-offs não vão tratar de um personagem já pré-existente na série principal, mas sim histórias inéditas para as telinhas.

Nenhuma dessas séries serão um spin-off no sentido tradicional. Nós não estamos falando de algo tipo Joey ou AfterMASH ou até Frasier ou Lou Grant, onde os personagens vinham da série principal e continuavam sua história em uma série própria. Então se você está esperando por isso, desculpe mas vai se decepcionar. Todos os conceitos em discussão são prequências e não sequências! Algumas dessas histórias podem até nem se passar em Westeros.

Martin também revelou que agora existem cinco e não quatro ideias de novas séries. Ele também tranquilizou os fãs dizendo que está ativamente envolvido com todas essas produções. Martin é creditado como co-roteirista em dois dos quatro roteiros de teste.

Eu estou trabalhando com todos os quatro roteiristas. Todos eles me visitaram em Santa Fé e alguns deles vieram mais de uma vez e passamos dias e dias discutindo ideias, a história de Westeros e tudo que acerca as Crônicas de Gelo e Fogo. Eles tem talentos incríveis e estou muito animado para trabalhar com eles. Fora essas visitas, nós temos mantido contado por telefone, mensagens e email.

No momento, a HBO está trabalhando com Max Borenstein (Kong: A Ilha da Caveira) , Jane Goldman (X-Men: Primeira Classe), Brian Helgeland (Los Angeles: Cidade Proibida), Carly Wray (Mad Men) e o próprio George R.R. Martin em roteiros que podem (ou não) serem transformados em spin-offs.

Os novos episódios de Game of Thrones chegarão em 16 de julho. Como sempre, a transmissão dos capítulos será feita simultaneamente em relação aos EUA na HBO.

George R.R. Martin dá detalhes sobre os spin-offs de Game of Thrones

0 comentários

A aventura vai começar! Das 17h de quinta (18) até as 17h da outra quinta (25), teremos a Semana da Aventura em Pokémon GO.

Durante a semana, os Pokéstop darão mais itens, as Pokébolas estarão com 50% de desconto na loja, seu Pokémon companheiro encontrará candies quatro vezes mais rápido e encontrar Pokémon do tipo pedra estará ainda mais comum.

Além disso, será possível pegar um Chapéu de Explorador para seu personagem no jogo.

A Semana da Aventura foi feita em comemoração aos 15.8 bilhões de quilômetros andados desde o lançamento do jogo.

Pokémon GO está disponível gratuitamente para iOS e Android.

Pokémon GO: Semana da Aventura terá bônus de itens

0 comentários

Em uma sessão de perguntas e respostas da Riot Games da Coreia, foi confirmado que a implementação de um chat por voz está sendo discutida internamente, segundo tradução do usuário Calycae no Reddit.

Pela natureza estratégica do jogo, a comunicação entre os jogadores é muito importante, ainda mais se levarmos em consideração que as partidas são disputadas em times. Tendo isso em mente, GM Irelia revelou que a Riot está levando em consideração a possibilidade de acrescentar um chat por voz dentro do próprio jogo.

Antigamente nós pensávamos que um chat por voz levaria a comportamentos tóxicos, mas depois de repensarmos, decidimos providenciar uma forma de se comunicar por voz através do próprio game.

League of Legends promove trabalho em equipe, e achamos que um chat por voz acrescenta valor quando os jogadores são pareados com outros jogadores aleatoriamente, então estamos revisando isso no momento.
Irelia também afirma que os planos terão prosseguimento após a atualização do client atual e que já estão trabalhando para que essa comodidade seja desenvolvida o quanto antes – se for aprovada.

GM Runeterra afirma que apesar do feedback positivo internamente, o tal chat ainda não está totalmente confirmado, e garante que as preocupações e solicitações dos jogadores serão ouvidas.

Riot Games estuda implementar chat por voz no jogo

0 comentários

Dentre grandes novidades anunciadas pela Microsoft no 2º dia da Build 2017, está a possibilidade de fazer o download do Ubuntu direto da Windows Store. Será possível baixar e instalar este sistema operacional open source inteiro em sua máquina com Windows. Além disso, também será possível baixar pela loja o Suse e o Fedora, mas esses são focados no subsistema linux contido no Windows.

Mas, qual é o propósito da Microsoft com tamanha ação? A razão é bem simples: a Microsoft quer transformar o ambiente Windows e sua ferramentas para desenvolvedores no mais produtivo e versátil ambiente de desenvolvimento de todos os tempos.

Eles sabem que os desenvolvedores de aplicativos gostam de usar o Linux. E olha que isso não é tão recente assim, tendo em vista que eles já tinham disponibilizado uma maneira de eles usarem Linux no Windows desde o ano passado por meio do Windows Subsystems for Linux.

Antes que alguém também esqueça, ano passado eles lançaram uma versão para Linux do sistema de gerenciamento de dados SQL Server. Essa medida, portanto, é mais uma maneira incentivar os DEVs a usar os sistemas da Microsoft, para que eles continuem criando aplicativos que possam ser vendidos também na Windows Store.

De uma forma geral, todos nós já sabemos que a Microsoft tem se aproximado bastante da comunidade open source, algo impensável nos tempos pré-Nadella. Tanto que a Microsoft atualmente doa mais de US$ 500.000 para a Fundação Linux, já investiu no CyanogenMod, entre muitos outros projetos desse tipo.

A ideia é atrair toda a comunidade de desenvolvedores para dentro da ambiente de desenvolvimento da Microsoft, que tem como centro o Visual Studio e a plataforma universal do Windows. Para quem não sabe, usando o Visual Studio é possível criar um aplicativo para iOS, Android e Windows basicamente ao mesmo tempo por meio de um magnífico aproveitamento do código.


Ferramentas como o Xamarin e o novo .NET Standard 2.0 para UWP e o XAML Standard, que virão no final deste ano para fazer os desenvolvedores web, C ++, .NET ou UWP amarem desenvolver no Windows, são bons exemplos de que a MS está criando um mega ultra top plus ambiente de desenvolvimento multiplataforma. Se isso não atrair mais desenvolvedores, não sabemos o que mais pode fazê-lo.

Microsoft permite o download do Ubuntu dentro da Windows Store?

0 comentários

O Opera pode não ser o primeiro programa que vem à mente quando se fala em "navegadores", mas ele tem uma série de recursos interessantes que o tornam bem competitivo. Hoje, a empresa anunciou mais um desses recursos como parte de uma reformulação do programa: agora, ele terá aplicativos de conversa como Messenger, WhatsApp e Telegram integrados diretamente nele.

A nova versão do navegador terá uma barra lateral fixa com atalhos para aplicativos de conversa. Ao clicar no ícone, o navegador abre o app em um canto da tela que fica sobreposto ao lado esquerdo da janela de navegação. Com isso, a experiência de navegar e de conversar por mensagens se tornam mais integradas, segundo a empresa.

Naturalmente, também é possível remover os ícones dos aplicativos de mensagem da barra lateral, caso eles não estejam sendo usados. Para alternar entre dois ou mais apps de mensagens diferentes, será possível usar o atalho Ctrl + Shift + M para não precisar ficar clicando de um para o outro. Segundo a empresa, a novidade nasceu no Opera Neon, o navegador "experimental" que a empresa lançou no começo do ano.

Fora a integração com os apps de mensagem, o Opera Reborn também traz uma série de mudanças estéticas. Ele agora está disponível em dois padrões de cores diferentes (um mais claro e um mais escuro) e traz uma barra lateral com ícones animados que dão acesso rápido a uma série de configurações e opções de navegação.

Em termos de usabilidade, a empresa também fez pequenas mudanças ao funcionamento do seu bloqueador de propagandas (ele agora atualiza automaticamente a página quando você permite que ela mostre publicidade). Há também uma novidade de segurança: quando o usuário estiver preenchendo um formulário em uma página que não for HTTPS, ele verá um aviso de que aquele login não está seguro.

Opera é atualizado e contém WhatsApp e Messenger integrados

0 comentários

O que dizer sobre Guardiões da Galáxia? É essa a pergunta que se faz depois de sair de uma sala de cinema. Em resumo, Os Guardiões precisam lutar para manter sua recém descoberta família unida, enquanto descobrem os mistérios sobre o verdadeiro pai de Peter Quill. Antigos inimigos se tornam aliados e personagens conhecidos e amados dos quadrinhos virão ao auxílio dos heróis. A história surpreendente de Guardiões mostra muito mais do que aquilo que gostaríamos de ter visto. O filme conta com cerca de cinco cenas pós-créditos, muito humor e easter eggs por todo o canto.

A análise a seguir, conterá spoilers do filme.

Desde Howard, o Pato até as aparições de Stan Lee, isso mesmo, aparições, pois ele surge duas vezes. Guardiões da Galáxia Vol.2 é um filme que além de contar um pouco da história de Peter Quill, eles embarcam em uma aventura divertida para a família, o que fica bem interessante já que o filme é moldado de uma certa maneira que até os leigos se divirtam e entendam um pouco sobre o que está acontecendo. A história inicialmente é focada no desentendimento de Rocket Raccon e Peter Quill depois de terem sofrido um acidente com a nave deles e se não fosse pelo Ego, pai de Peter encontrá-lo, eles morreriam antes mesmo de terem usado o "Salto no Espaço" para qualquer lugar longe da encrenca que arrumaram.

A preocupação de James Gunn na sequência é apenas desenvolver seus personagens, sem conexões grandiosas com os eventos que levarão à Guerra Infinita. O objetivo é conhecer melhor a família formada no primeiro longa enquanto brinca com novas possibilidades dentro do Universo Cósmico. Tudo permeado pelo senso de humor peculiar do diretor/roteirista. Uma assinatura que mistura cor, trash, sentimentalismo e besteirol frenético. Assim como no primeiro filme, cada ato tem sua consequência, movimenta a trama e adiciona camadas aos personagens.

O mesmo vale para o visual de personagens, cenários e objetos de cena. O trono dourado de Ayesha, alta sacerdotisa dos engenheiros genéticos Sovereign, se mistura à sua vestimenta como prova da sua superioridade e realeza infinita. As linhas da nave de Ego, o Planeta Vivo, evocam Flash Gordon e Barbarella para situar o personagem como um ser de outros tempos. O traço geral é caricato e de cores gritantes, como se fosse transferido diretamente de um gibi impresso nas décadas de 60 e 70. A sensação é de virar a página a cada nova cena e desfrutar-se da incrível playlist de "Awesome Mix Vol.2" de Peter Quill.

O acerto na escolha do elenco que habita esse universo é a cola que faz de Guardiões da Galáxia uma peça diferente no quebra-cabeça do Marvel Studios. O time veterano - Chris Pratt (Peter Quill/Senhor das Estrelas), Zoe Saldana (Gamora), Dave Bautista (Drax), Karen Gillan (Nebula), Michael Rooker (Yondu) e os dubladores Bradley Cooper (Rocket) e Vin Diesel (Groot) - retorna integrado e sincronizado, seja na ação, no humor ou no drama. Os novatos, porém, são os responsáveis pelas doses de surpresa do filme. Kurt Russell facilmente coloca Ego na sua galeria de personagens marcantes, enquanto a franco-canadense Pom Klementieff faz uma estreia certeira como Mantis, aproveitando cada interação com Drax (menos destruidor, mais piadista). Elizabeth Debicki apodera-se de todos os minutos em tela como a fria Ayesha, enquanto Stan Lee faz uma de suas melhores participações especiais e Sylvester Stallone (Stakar Ogord) entra para o Universo Marvel como se já estivesse lá há anos.

Já a história é iniciada por causa da atitude de um dos guardiões, a Soberana ataca a nave deles com inúmeros drones, quando surge a figura de Ego (Kurt Russell), o pai de Quill, acompanhado de Mantis (Pom Klementieff). Enquanto isso, Ayesha contrata Yondu Udonta (Michael Rooker), o pai adotivo de Quill, para perseguir os Guardiões. É neste momento que Gunn desvia do humor habitual do primeiro, apesar de manter a trilha sonora, para mostrar algumas das cenas mais fortes do universo Marvel. Ao contrário do primeiro filme, Guardiões da galáxia Vol. 2 tem uma tentativa de abordar uma relação significativa entre o que seria a origem de Quill e a amizade com seus companheiros. Se no primeiro a ligação era com a mãe, desta vez é com o pai, e Kurt Russell entrega um personagem ambíguo na medida certa. O humor, usado em larga escala no primeiro, está presente, mas de maneira mais contida, principalmente por meio do Groot, a melhor participação da narrativa. É possível vislumbrar uma centelha mais dramática em Chris Pratt, assim como em Michael Rooker, embora Zoe Saldana novamente não ganhe o espaço necessário.

Como no primeiro, há um padrão interessante de humor despertado por Gunn por meio de seus personagens, com um ritmo quase de animação mas sem se perder na caricatura e sim inserindo os personagens numa ação quase sempre surpreendente – no comportamento do Groot, por exemplo, quando ele precisa ativar uma bomba, embora seus olhos digam o contrário sobre essa atitude extrema diante de uma ameaça. Não apenas por meio de Quill, é visível que Gunn tenta inserir um caráter mais dramático na sua narrativa, principalmente nas expressões de Rocket e do Groot sendo, em determinado momento, colocado numa situação complicada, ou de Gamora e Nebula, sempre inseridas num conflito não solucionado. Há, inclusive, diálogos com uma conotação mais adulta do que o primeiro, de Drax e Quill em relação a Mantis. A mescla resulta interessante não apenas pela interação de elenco, como pelos bons diálogos de Gunn.

Além disso, ainda mais do que o primeiro, a direção de arte de Guardiões da galáxia Vol. 2 é um triunfo, até mesmo de simplicidade, com o design das naves feitos com uma mistura entre CGI e uma estranha coloração humana, aqui se destacando o amarelo fabuloso da raça dos Soberanos. E uma influência visível do Flash Gordon oitentista produzido por Dino de Laurentiis, mas, ainda mais, um cuidado visível com a ambientação fantástica, auxiliada pela fotografia de Henry Braham (A lenda de Tarzan).

O planeta em que a nave dos guardiões cai evoca também Endor de O retorno de Jedi e Pandora de Avatar, e Gunn desenha uma sequência ultraviolenta de maneira sintética apenas com o uso da trilha sonora. Percebe-se o cuidado que o diretor possui em relação aos cenários e à maneira como seus personagens interagem com eles. Como no primeiro, há uma certa profusão de CGI e uma competência técnica que às vezes se sobressai à emoção, mas ainda assim o salto do primeiro para o último ato é interessante.

Se o primeiro lidava com o conhecimento entre si dessa equipe, Gunn parece tentar neste segundo o conhecimento do que leva cada um a se sentir feliz junto uns dos outros. Isso não ocorre sem uma certa amargura e um punhado de decepção no que se refere ao passado. Isso é o que torna este segundo mais diferente do primeiro: mesmo sua trilha sonora mais desconhecida, embora muito boa, contribui para um afastamento do apelo mais pop do original, em que passos de dança podiam significar também um duelo para salvar o universo. Os personagens parecem estar em busca de uma explicação para o que mesmo fazem, e esta explicação pode estar dentro deles mesmos. Aparentemente, esta abordagem poderia ser melhor explorada em alguns momentos, mas mesmo assim se sobressem aqueles mais íntimos da trama, quase ausentes no original. Isso torna Guardiões da galáxia Vol. 2 surpreendentemente emotivo.

Texto-Análise: Guardiões da Galáxia Vol.2

0 comentários
Resultado de imagem para os defensores netflix

A Marvel e a Netflix divulgaram o primeiro trailer de Os Defensores! A prévia mostra a união dos heróis, o ressurgimento de Elektra, a vilã interpretada por nada menos que Sigourney Weaver.

Os Defensores é estrelada por Charlie Cox, (Matt Murdock/ Demolidor), Krysten Ritter (Jessica Jones), Mike Colter (Luke Cage) e Finn Jones (Danny Rand/ Punho de Ferro). Também no elenco estão Sigourney Weaver (Alexandra), Elodie Yung (Elektra), Scott Glenn (Stick), Deborah Ann Woll (Karen Page), Elden Henson (Foggy Nelson), Carrie-Anne Moss (Jeri Hogarth), Rachael Taylor (Trish Walker), Eka Darville (Malcolm Ducasse), Simone Missick (Misty Knight) e Jessica Henwick (Colleen Wing).

Os Defensores tem lançamento marcado para 18 de agosto de 2017, exclusivamente na Netflix.

Os Defensores ganha primeiro trailer

0 comentários
Resultado de imagem para capitã marvel

Não apenas o filme solo da Capitã Marvel agora conta com Anna Boden e Ryan Fleck na direção, parece que o longa já tem seu conceito geral bem definido. É o que Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, deu a entender em uma entrevista para a Vulture.

De acordo com Feige, o filme terá um foco maior na personagem e quem ela é do que em suas habilidades especiais.

Essa é uma grande parte da trama que estamos moldando e certamente foi uma grande parte das conversas de desenvolvimento. Também é onde Boden e Fleck podem realmente deixar sua marca: no fim, o suporte real do filme tem a ver com quem a Capitã Marvel é – uma pilota humana chamada Carol Danvers que receber habilidades sobre-humanas – e não com o que ela pode fazer.

Apesar disso, Feige garantiu que o filme terá cenas de ação e efeitos especiais, mas que este apenas não será o foco.

Particularmente para Capitã Marvel, que terá muito espetáculo, o filme precisa ser sobre a personagem tridimensional Carol Danvers. É preciso que você possa acompanha-la e se relacionar com ela em todos os pontos do filme, independentemente de quantos efeitos visuais, espaçonaves e caras maus estão preenchendo o quadro. É isso que é importante.


Capitã Marvel tem estreia prevista para 28 de fevereiro de 2019 no Brasil, mas antes a personagem aparecerá em Vingadores: Guerra Infinita, que estreia em 2018.

Capitã Marvel terá mais foco na personagem do que no espetáculo

0 comentários
Resultado de imagem para Injustice 2?

A Warner Bros. divulgou nesta quarta-feira (3) a lista de atores que participarão da dublagem de Injustice 2. Entre eles está Márcio Seixas, que emprestou para Batman no clássico desenho dos anos 90 e agora retorna para o papel no jogo. Confira uma mensagem que ele deixou para os fãs no vídeo acima.

Veja a lista de dubladores confirmados até o momento:

Batman: Márcio Seixas
Superman: Guilherme Briggs
Mulher-Maravilha: Priscila Amorim
Aquaman: Luiz Feier
Flash: Marcelo Garcia
Arqueiro Verde: Julio Chaves
Lanterna Verde: Philipe Maia
Arlequina: Iara Riça
Coringa: Marcio Simões

Junto com os nomes, também foram reveladas as versões dubladas dos cinco trailers de história do jogo, intitulados Alianças Despedaçadas.

Os personagens já confirmados para Injustice 2 são: Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Supergirl, Aquaman, Atrocitus, Gorila Grodd, Pistoleiro, Arlequina, Flash, Besouro Azul, Bane, Hera Venenosa, Brainiac, Robin, Canário Negro, Monstro do Pântano, Mulher-Gato, Mulher-Leopardo, Ciborgue, Senhor Destino, Lanterna Verde, Nuclear, Arqueiro Verde, Adão Negro, Capitão Frio, Espantalho, Coringa e Darkseid (bônus de pré-venda).

A principal novidade de Injustice 2 será o “gear system”, onde – a cada partida ganha – o jogador recebe uma peça que pode ser personalizada no personagem e dará vantagens especificas a cada um deles, além de mudar também a aparência do herói (ou vilão).

Injustice 2 será lançado para PS4 e Xbox One em 16 de maio. No Brasil, o jogo será totalmente localizado para português e a versão física também contará com uma Edição Limitada incluindo a animação Liga da Justiça Sombria.









Injustice 2: Confira os trailers de história dublados

0 comentários
Resultado de imagem para yoda lol red

Após a RED Canids vencer a primeira temporada do CBLoL 2017 e de uma campanha que deixou a desejar no Mid-Season Invitational, Felipe “YoDa” Noronha anunciou sua saída da equipe e do cenário competitivo de League of Legends.

Em entrevista ao SporTV, o ex-midlaner diz que começou a pensar em parar logo após vencer o Campeonato Brasileiro mas que não tinha decidido completamente porque queria ver seu desempenho no MSI.

A galera sabe que eu sempre quis jogar em alto nível, ganhar em alto nível e representar o Brasil mundialmente. E eu realizei esse sonho. O segundo foi provar para mim e para todo mundo que achava que eu não tinha capacidade de ser campeão e de ser o melhor. Eu consegui fazer isso também. E o terceiro, é aquela coisa: quando você joga, acaba ficando muito preso, tem que focar no jogo, é uma rotina estressante e isso te impossibilita de tocar outros projetos.

Boa parte dos projetos citados por ele envolvem sua stream, visto que o jovem é reconhecido como um dos maiores streamers da Twitch.tv. Ele garante que vai continuar fazendo quadros em suas transmissões e que produzirá ainda mais conteúdo voltado para os eSports.

Sobre parar na melhor fase de sua carreira, ele afirma que prefere parar enquanto está no topo.

Todo ser humano tem o seu limite. Eu cheguei ao meu limite agora.

YoDa defendia a RED Canids desde 2016, mas estava envolvido com o cenário profissional desde 2013. Ele não descarta a possibilidade de voltar para o cenário competitivo como jogador ou parte da comissão técnica, mas diz que prefere se dedicar a seus projetos e dar um tempo – sem previsão de volta.

League of Legends: YoDa anuncia pausa em carreira como jogador profissional

0 comentários
Resultado de imagem para gorillaz

Ultimamente vemos adaptações de várias coisas como quadrinhos, livros, games, mas uma adaptação de um grupo musical para uma série animada é algo raro de acontecer. O co-criador do grupo Gorillaz, Jamie Hewlett, contou ao site Exclaim.ca que uma série de TV em animação sobre o grupo iria estrear em 2018.

Ele ainda completou dizendo: “Eu irei dirigir o primeiro e o último episódio, mas nós vamos ter que arrumar alguém para dirigir os outros episódios”. Sobre o estilo da série, ele informou que os membros do grupo serão sempre desenhados, mas que outros convidados podem aparecer como colagens de fotos, ou mesmo em live action interagindo com os desenhos.

Gorillaz – Série animada do grupo musical é oficialmente anunciada

0 comentários
Resultado de imagem para youtube

Faz tempo que o YouTube vem testando um design novo para a versão desktop da plataforma de vídeo. Agora, ela finalmente está disponível em Material Design — aquela aparência mais limpa que nasceu no sistema operacional Android.

A mudança, além de alterar toda a aparência do site, também deixa mais fácil a utilização do Dark Mode (ou Modo Escuro). Segundo o YouTube, a mudança no site foi realizada para deixar a experiência do usuário mais próxima com a experiência do aplicativo móvel, além de oferecer maior destaque para o conteúdo do site.

"Estamos aplicando o Material Design ao YouTube para entregar uma experiência de usuários mais bonita, agradável e intuitiva", escreveu a equipe da rede social de vídeos. De acordo com o blog oficial, os princípios desse novo design são os seguintes:

Simplicidade: o novo design é clean, ele remove as imagens que distraem o usuário
Consistência: o novo design é alinhado entre todas as plataformas Google, incluindo o app mobile
Beleza: o novo design é uma combinação de beleza e propósito para criar uma experiência sem esforço

Se você quiser experimentar o novo design do YouTube, basta ir até YouTube.com/new para ver como o site fica. Se você não gostou da mudança, é possível reverter via menu de configurações. Abaixo, você vai aprender como ativar o Dark Mode no YouTube.






YouTube muda aparência com Material Design; saiba como usar o Dark Mode

0 comentários
34232059042_c60fe5d27b_h

O Mid-Season Invitational está a todo vapor e os times que vão enfrentar TSM e Flash Wolves já estão definidos.

O Grupo A tinha como competidores os representantes do Brasil (RED Canids), Turquia (SuperMassive eSports), Japão (Rampage) e Oceania (Dire Wolves).

O primeiro dia de embates terminou com um 3-0 para a SuperMassive, enquanto os brasileiros ficaram com duas vitórias e uma derrota. Os lobos sofreram duas derrotas e arrancaram uma vitória dos asiáticos, que perderam todas as partidas.

Já no segundo dia, a Canids precisava vencer as 3 partidas para enfrentar os turcos num desempate pela vaga para a próxima etapa, mas acabou perdendo para os Dire Wolves e ficou de fora da disputa – ainda que tenham vencido a SuperMassive em sua partida de despedida do MSI. Já os japoneses da Rampage só conseguiram sua primeira vitória no último jogo do Grupo A, encerrando sua participação com chave de ouro.

Composto por representantes do norte e sul da América Latina (Lyon Gaming e Isurus Gaming), sudeste asiático (GIGABYTE Marines) e da região da Russia (Virtus.pro), o Grupo B teve uma história semelhante a do Grupo A.

No primeiro dia, os vietnamitas da GIGABYTE Marines venceram todos os outros, terminando o dia 3-0. Os latinos da Lyon Gaming saíram na frente de seus conterrâneos e encerraram o dia com duas vitórias e uma derrota, enquanto os russos garantiram sua única vitória do dia em cima da Isurus, que perdeu todas.

O time classificado do Grupo B foi definido logo na segunda partida, quando a Lyon perdeu para os Marines e perdeu a chance de prosseguir na competição. Ainda assim, o segundo dia de partidas foi bem agitado, com a inesperada vitória dos russos da VP em cima dos vietnamitas e o clássico LAS x LAN que terminou com a vitória da Lyon Gaming.

PRÓXIMA ETAPA
Com esses resultados, os GIGABYTE Marines enfrentarão a TSM e os turcos da SuperMassive irão contra os Flash Wolves.

As partidas, que serão melhor-de-cinco, acontecem nos dias 3 e 4 de maio, respectivamente, a partir das 15h.

A fase de entrada do MSI acontece entre 28 de abril e 6 de maio nos Estúdios da Riot Games, em São Paulo. Já a fase de grupos e as eliminatórias serão realizadas no Jeunesse Arena, no Rio de janeiro, de 10 a 14 de maio e 19 a 21 de maio.

League of Legends: Saiba tudo o que rolou nas partidas dos Grupos A e B do MSI 2017

0 comentários
Resultado de imagem para okami amaterasu

A marca First 4 Figures, conhecida por seus trabalhos excepcionais em colecionáveis que vão desde Kirby até One Punch Man, abriu a pré-venda para seu maior feito até agora: um busto em tamanho real da protagonista de Okami, Amaterasu.

Apesar de já terem uma belíssima estátua da deusa em escala 1/4, eles foram além e resolveram criar uma escultura em tamanho real da Amaterasu, medindo 67cm de altura e 41cm de largura, pesando quase 20kg.

O preço da versão exclusiva, que conta com LEDs para iluminar as chamas do disco das costas da deusa, é de US$ 724,99, que dá mais ou menos R$ 2.299,50. A versão standard sai por US$ 674,99, ou seja, R$ 2.126,25.

Empresa cria estátua de Amaterasu em tamanho real

0 comentários
Resultado de imagem para ezreal pulsefire

Caitlyn Pulsefire acabou de chegar ao PBE, servidor de testes do League of Legends, e trouxe com ela uma atualização para a outra skin Pulsefire do jogo: a primeira mítica lançada para o personagem Ezreal.

Na época do lançamento, as mudanças nas falas e animações do personagem eram novidade, e por causa disso a skin ganhou popularidade e causou furor entre os jogadores. Quase cinco anos depois, o visual do atirador recebe uma atualização para elevar a qualidade da skin – tendo em vista que de lá para cá outras skins incríveis como as PROJETO ou até mesmo as outras míticas DJ Sona e Lux Elementalista apresentam um nível de polimento e animações muito superiores.

Em uma sessão de perguntas e respostas há cerca de 5 meses, a Riot confirmou que uma atualização para a skin estava nos planos, mas também alertou que não poderiam acrescentar muitas coisas pois o trabalho seria como de fazer um visual novo do zero.

A atualização na skin conta com novas falas, texturas, animações e efeitos visuais, além de uma viagem no tempo com o recall.

League of Legends: Visual ultimate de Ezreal ganha update

0 comentários
Resultado de imagem para cod wwii

Depois de meses de mistério, a Activision finalmente revelou em uma transmissão ao vivo Call of Duty: WWII, que deixa de lado os combates modernos e futurista, retornando para os conflitos da Segunda Guerra Mundial.

O trailer, disponível acima, é cheio de drama e ação, misturando cenas cinematográficas com trechos do jogo, revelando o que podemos esperar do próximo jogo da franquia.

Como o nome indica, Call of Duty: WWII se passará na Segunda Guerra Mundial. O jogo está sendo desenvolvido há três anos pela Sledgehammer, que fez Advanced Warfare, o primeiro COD futurista, lançado em 2014.

Call of Duty: WWII tem lançamento marcado para o dia 3 de novembro.

Call of Duty: WWII recebe trailer

0 comentários
Resultado de imagem para drone

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) regulamentou a utilização de drones no Brasil. Agora, todos os drones com mais de 250 gramas precisam ser registrados no site oficial da Agência, enquanto os drones com mais de 25 quilos exigem habilitação do piloto.O presidente da Anac, Ricardo Botelho, comentou que a utilização de drones em desacordo com as novas regras implicam em processo administrativo, civil e criminal ao usuário. Vale notar que a exigência da habilitação é obrigatória apenas para pilotos de drones com mais de 25 quilos, mas também para drones que voem acima de 400 pés, cerca de 121 metros. Por último, é obrigatório que pilotos tenham mais de 18 anos, independentemente do peso do drone.

De acordo com a assessoria da Anac, o registro no site sempre foi obrigatório. Contudo, apenas foram emitidas cerca de 400 autorizações — e a maioria para órgãos de segurança pública. Abaixo, você acompanha a divisão realizada pela Anac com as exigências:

Drones com peso inferior a 250 gramas: não precisam ter qualquer cadastro
Drones com mais de 250 gramas e até 25 quilos: cadastro no site da Anac
Drones com mais de 25 quilos: registro (habilitação) na Anac

Anac libera uso de drones no Brasil

0 comentários
Resultado de imagem para to love ru

Uma empresa japonesa decidiu vender uma estátua em tamanho natural de Lala Satalin, a protagonista de To Love Ru, por US$ 25 mil. Como é a tradição dos animes, por alguma razão a personagem tem algumas proporções exageradas e está usando um biquíni. Veja um vídeo acima.

Mas calma, se você quer comprar a estátua, pode esquecer: ela só é entregue para residentes do Japão. A menos que você more no Japão, então, vá em frente. Ou não.

O anime estreou em 2008 e mostrava a história de Rito, um estudante terráqueo que acaba se envolvendo com Lala, a princesa do planeta Deviluke.

To Love Ru: Estão vendendo uma estátua da protagonista por US$ 25 mil

0 comentários

O cenário competitivo feminino de Counter-Strike: Global Offensive no Brasil está cada vez maior. Neste sábado (22) a disputa pela maior premiação já realizada na modalidade aconteceu entre a Victory Pro Team e a ProGaming eSports durante o Game & Geek, que foi realizado no Rio de Janeiro.

A Victory fez jus ao nome e começou na frente, fechando o primeiro mapa com vitória. A ProGaming, no entanto, não ficou para trás e empatou o placar na segunda rodada. Mas o jogo voltou a pender para a Victory, que levou a terceira rodada e a premiação.

Formada por Bruna “bubu” Santos, Camila “cAmyy” Natale, Erika “eriika” Babio, Pamella “pan” Shibuya e pela capitã Juliana “showliana” Maransaldi, a equipe começou graças à amizade entre as integrantes, segundo showliana em entrevista para a ESPN.

Todas nós estamos no cenário competitivo há muitos anos, então já nos conhecemos há muito tempo e acabamos criando amizade jogando juntas online e nos encontrando nos eventos. Somos cinco amigas que partilham da mesma paixão, o Counter-Strike, então acabou sendo natural que montássemos esse time juntas.


Com a vitória, a Victory Pro Team leva um total de R$ 21 mil em dinheiro e equipamentos. Como segunda colocada, a ProGaming eSports fica com R$ 14 mil em premiações.

CS:GO: Victory Pro Team garante maior premiação do cenário feminino no Brasil

0 comentários
Resultado de imagem para yugioh vrains

As batalhas de cards ganharão uma nova cara com Yu-Gi-Oh! VRAINS, o próximo anime da franquia, que ganhou uma sinopse oficial nesta semana na última edição da revista japonesa Weekly Shonen Jump, revelando detalhes da trama e do novo protagonista (via Anime News Network).

Confira a descrição do anime:

A cidade onde os sistemas de rede são desenvolvidos: Den City. A gigante companhia SOL Technology Co. tem sua sede lá e usa tecnologia avançada que criou para construir “LINK VRAINS”, um espaço de realidade virtual. Muitas pessoas estão empolgadas por agora poderem experimentar um novo tipo de duelo em LINK VRAINS.

Em LINK VRAINS, um misterioso grupo que hackeia duelos chamado de “The Hanoi Knights” aparece. Seu objetivo é trazer a destruição do “Munda da IA: Cyverse” que existe em algum lugar da rede.

No entanto, existe um duelista em LINK VRAINS disposto a enfrentar esta ameaça. Seu nome é Playmaker. Ele derrota os Hanoi Knights em um duelo feroz e então vai embora sem dizer nenhuma palavra. Por causa disso, o Playmaker imediatamente se torna famoso no mundo da rede. Sua identidade real é o estudante do colegial Yusaku Fujiki. Para Yusaku, ele gasta muito tempo no LINK VRAINS porque ele está em busca da verdade de um incidente que aconteceu em seu passado. Por este propósito, ele persegue os Hanoi Knights.

Yusaku gasta seus dias lutando contra membros dos Hanoi Knights. Enquanto isso, ele captura um misterioso programa de IA que a SOL Technology e os Hanoi Knights estão buscando. Depois disso, as engrenagens do destino começam a girar para Yusaku. Qual é a verdadeira identidade da misteriosa IA? Qual é a verdadeira razão dos Hanoi Knights para destruir o Cyverse? E qual é a verdade do passado de Yusaku que ele mantém escondido?

Yu-Gi-Oh! VRAINS terá grande foco na vida escolar de Yusaku Fujiki, onde ele não é popular e nem mesmo quer ser. No entanto, conforme enfrenta diferentes adversários, sua personalidade vai mudando.

No anime, as batalhas serão realizadas em um espaço de realidade virtual. Ao entrar em duelo, as roupas de Yusaku mudarão, assim como a cor de seu cabelo. Nesta “forma”, ele também utilizará uma prancha de surf durante o duelo. Seu monstro principal será o Decode Talker, que porta uma grande espada.

Yu-Gi-Oh! VRAINS estreia em 10 de maio no Japão.

Yu-Gi-Oh! VRAINS: Confira a sinopse oficial do novo anime

0 comentários

O último mapa adicionado em Overwatch foi Oasis, que tem carros que podem te mantar, e descontente com isso um jogador foi reclamar no fórum oficial do jogo. Ele dizia que era triste ver que o jogo já tem quase um ano e apenas dois mapas foram adicionados ao modo principal. Na mesma postagem, Jeff Kaplan — o diretor do jogo — revelou que o time da Blizzard está atualmente trabalhando em seis novos mapas para Overwatch.

Segundo ele, três destes mapas serão “standard“, ou seja, aqueles mapas que jogamos nos modos “Jogo Rápido” e “Competitivo”, e eles estão na fase de testes. Já os outros três mapas não são comuns e “fazem parte de experimentos da Blizzard” com novos modos de jogo.

Existem outros experimentos se desenrolando e o time está trabalhando o mais rápido possível!

Kaplan não deu nenhuma dica de quando estes mapas serão lançados ou em que país eles serão localizados. Aguardemos.

Overwatch está disponível para PS4, Xbox One e PC.

Blizzard está produzindo seis novos mapas de Overwatch

0 comentários
MVCI_Screenshot_4

A Capcom finalmente revelou diversos detalhes sobre o aguardado crossover Marvel vs. Capcom: Infinite, incluindo data de lançamento, novos modos, personagens inéditos, edições especiais, imagens e um trailer de história que você confere acima.

Falando em história, esta é provavelmente a maior novidade do jogo. Desta vez, Sigma (da série Mega Man X) e Ultron (dos Vingadores) decidem se juntar para acabar com toda a vida orgânica das dimensões. A dupla de vilões se funde, dando origem a Ultron Sigma, cujo objetivo é criar um mundo dominado por sintéticos.

MVCI_Cinematic_Screen_9

Estes dois não são os únicos personagens revelados. Do lado da Marvel, Hulk, Thor, Gavião Arqueiro e Rocket Racoon se juntam às lutas, enquanto Chun-Li, Strider Hiryu e Chris Redfield chegam do lado da Capcom para deter nova ameaça robótica. Dois novos estágios também foram confirmados: a Torre dos Vingadores e a Sala do Trono.

As lutas voltarão a acontecer no modelo 2 contra 2, mas elas serão mais dinâmicas, graças ao retorno do sistema de Pedras do Infinito, que concedem bônus especiais aos lutadores durante o combate.

Diversas modalidades estarão disponíveis: para single-player, além do inédito modo história, os tradicionais Arcade e Treino também estarão disponíveis, além de um modo Missão onde jogadores deverão concluir desafios diversos.

Já o multiplayer trará o modelo consagrado dos jogos de luta, com partidas online casuais ou ranqueadas, possibilidade de comparar sua pontuação com usuários do mundo todo e modo espectador. No entanto, ainda não está claro se o jogo permitirá que jogadores se enfrentem entre as diferentes plataformas, como acontece em Street Fighter V.

A pré-venda digital de Marvel vs. Capcom: Infinite já está disponível no Brasil. A versão básica sairá por R$ 249,90 nas lojas digitais do PlayStation 4 e Xbox One e R$ 129,99 no Steam. A versão Deluxe sai por R$ 344,90 para PS4, R$ 344 para Xbox One e R$ 199,99 no Steam. Detalhes sobre as edições físicas no Brasil ainda não foram revelados.

A Capcom também revelou o conteúdo de cada edição. Na pré-venda, todas as versões digitais incluirão as roupas Thor Guerreiro e Evil Ryu. A Edição Deluxe, que também contará com as roupas Hulk Gladiador e X Command Mission na pré-venda digital, tem incluso o Passe de Personagens 2017, com todos os seis lutadores que serão lançados na temporada, incluindo Sigma.

Nos Estados Unidos, o jogo contará com uma Edição de Colecionador para PS4 e Xbox One, contendo quatro dioramas com Homem de Ferro, Capitã Marvel, Mega Man X e Chun-Li, réplicas das seis Pedras do Infinito e um SteelBook por US$ 199,99 (cerca de R$ 630).

Marvel vs. Capcom: Infinite será lançado em 19 de setembro para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Marvel vs. Capcom: Infinite ganha novo trailer

0 comentários
Resultado de imagem para homem aranha animação

O filme animado do Homem-Aranha ainda está longe de chegar aos cinemas, mas Liev Schreiber, o ator que vai interpretar o vilão do longa, já quer acender o foguinho do hype nos nossos corações. Falando ao Collider, ele explicou que os fãs mais hardcore do Amigão da Vizinhança vão gostar do desenho:

Eu acho que os fãs mais ferrenhos do Aranha vão gostar bastante. Tem um clima familiar de um jeito bom e meio nostálgico.

Na sequência, Schreiber explicou que a produção do longa ainda não começou e que tudo deve ser iniciado no próximo mês.

A animação, ainda sem título, tem direção de Bob Perischetti e produção de Phil Lord e Chris Miller. Shameik Moore dublará Miles Morales no longa.

O projeto estreia em 21 de dezembro de 2018.

Nova animação do Homem Aranha é anunciada

0 comentários