Texto-Análise: Capitão América - Guerra Civil

0 comentários

Sabemos que esse ano não estará sendo um dos melhores fpara o Onigiri Hardcore, a carga horária diminuída radicalmente fez com que o site literalmente parasse de evoluir, mas esse não é um ponto tão fraco assim. Graças a carga horária drasticamente diminuída conseguimos dinheiro e com esse financiamento entrando em nossas carteiras, temos mais acesso aos cinemas e a dar um possível pontapé inicial aos nosso projetos, mas isso estará sendo destacado em outra matéria.

Capitão América: Guerra Civil ou Capitain America: Civil War é um filme que todos estavam aguardando ver sangue para todos os lados independente do que aconteça, apesar de ter sido anunciado quase junto ao Batman v Superman fica estranha a ideia de heróis x heróis, mas não vamos descartar uma história tão forte como essa que foca tantos pontos positivos e negativos envolvidos na HQ a ponto de deixarem os fãs enlouquecidos.

Primeiramente vamos falar do desaparecimento de alguns personagens e o porquê.

Começando com a Vespa, muitos acharam que ela seria incluída graças a participação em Homem Formiga, mas o motivo dela ter desaparecido foi o fato de ela não ter uma história ainda nas telonas, o que deixariam os fãs confusos pelo fato de como ela estar treinada para o combate? É por isso que a Marvel decidiu deixar de lado e pensar se existe a necessidade dela nas telonas e se caso for necessário, ela irá aparecer, mas no momento ainda não.

Hulk (Bruce Banner), um herói que é considerado quase um simbolo para os vingadores pela sua tamanha força e raiva simplesmente não está desaparecido, mas é um mistério. Presente no Festival de Veneza para divulgar o longa Spotlight, Mark Ruffalo aproveitou a oportunidade para explicar o porquê do Hulk não integrar a equipe de super-heróis de Capitão América - Guerra Civil. "O motivo é grandioso demais para ser revelado neste filme. Eu estava no roteiro, mas eles acabaram me excluindo. Eles não querem dizer onde estou nem o porquê. Não sei nem se o Hulk aparecerá novamente em breve."

Entre vários outros membros que simplesmente apareceram e nem se quer fizeram seu papel direito como Ossos Cruzados um vilão que é algo que deveria ter sido estudado melhor, uma entrada natural foi ideal, porém, uma saída forçada não é o que muitos desejam ver, assim como Homem Aranha que apesar de ter sido muito focado, ele foi demonstrado com suas táticas de batalha e suas cenas cômicas que sequer havia sido apresentada nas telonas, isso traz um grande alívio para os fãs do cabeça de teia, já que agora, sabemos que Tom Holland está fazendo o melhor para o aranha, mais do que os membros anteriores.

Com uma quantidade impressionante de heróis e personagens coadjuvantes, Capitão América: Guerra Civil é um dos maiores filmes da Marvel Studios, e todos os seus personagens encontram uma função própria.

Gavião Arqueiro
Após meses aposentado devido aos eventos de Vingadores: Era de Ultron, Clint retorna por ter sido convocado pelo Capitão América - e por sentir que deve algo à Feiticeira Escarlate. Aqui, o personagem é pouco desenvolvido, mas tem algumas cenas bem marcantes. O melhor exemplo disso é sua primeira aparição no filme, onde ele chega a desarmar, por um breve período, o Visão. O seu uniforme mudou e ele possui um arco multifuncional agora.

Máquina de Combate
James Rhodes tem um papel fundamental no filme, servindo como uma das motivações principais de Tony Stark no terceiro ato do filme. O herói tem seu lado militar e obediente às forças superiores explorados, ao mesmo tempo em que se mostra relutante de enfrentar amigos. Ainda assim, pouco é desenvolvido a respeito de sua personalidade. A segunda parte de seu nome, o "combate" também foi aprimorado. Agora, ele carrega um bastão especial e possui novas armas instaladas em sua armadura.

Homem-Formiga
Tendo um papel sobretudo cômico no filme, Scott Lang retorna de uma forma muito interessante. Seu traje foi aprimorado, de forma que algumas vulnerabilidades de seu antigo uniforme foram consertadas. Trazendo piadas que funcionam muito bem para aliviar a tensão sem perder o clima do conflito, ele também apresenta uma nova habilidade muito útil que pode ser explorada nos filmes futuros do herói.

Visão
Agora mais consciente e em maior controle de suas habilidades, o Visão se tornou um dos Vingadores mais poderosos, sendo colocado como "guarda-costas"/carcereiro de um de seus colegas durante o filme. No conflito, ele representa a lógica fundamental, e por isso se alia à equipe do Homem de Ferro com muita facilidade. Isso, contudo, entra em choque com o elemento humano dos outros personagens, e é uma subtrama bem interessante, ainda que pouco desenvolvida.

Falcão
Como personagem, Sam Wilson cresceu bastante, sendo agora um Vingador definitivo e tendo uma dinâmica de combate bem orgânica com sua equipe. Além disso, ele agora possui um drone auxiliar chamado Asa Vermelha, e seu novo uniforme tático permite com que ele utilize suas asas em situações bem peculiares, de maneiras diferentes.

Feiticeira Escarlate
Uma das heroínas que possui um arco central no filme, Wanda está lidando com a descoberta de seus poderes, e isso a assusta. Ela está muito mais poderosa e no controle de suas habilidades, mas ainda assim, certas coisas a escapam. Além disso, surge na trama um dilema sobre a quem ela deve lealdade, o que põe a personagem contra a parede e força ela a enfrentar um de seus maiores amigos.

Viúva Negra
Natasha aqui representa uma pessoa em conflito entre o que é certo e o que é fácil. Devido às suas conclusões, ela se torna aliada da equipe do Homem de Ferro, e isso é problemático, uma vez que ela é grande amiga do Capitão América e de outros membros de sua equipe. A heroína continua impressionando nas cenas de ação, porém, aqui é algo fora do normal pela forma como ela consegue derrotar mais de um inimigo de uma só vez.

Soldado Invernal
Ainda assombrado pelos fantasmas deixados pela HIDRA, Bucky está de volta, buscando se esconder do mundo que o teme como um terrorista procurado. Ele logo é manipulado, e então o mundo se volta contra o Soldado Invernal, e o Capitão América precisa defendê-lo. É interessante analisar a relação dele com o Capitão América e o resto da equipe, além de ver seus próprios demônios internos entrarem em conflito enquanto a trama progride e certas subtramas são descobertas.

Homem-Aranha
E sim, aquele que todos esperavam! Apesar de ter uma das menores participações do filme, basta para dizer o porquê e para quê veio. Peter Parker é introduzido rapidamente, e logo está no campo lutando no meio de vários super-heróis. Seu papel é sobretudo cômico, mas já conseguimos notar o nível de habilidade do personagem e sua genialidade científica, além de perceber que ele será apadrinhado pelo próprio Homem de Ferro.

Homem de Ferro
Muito menos sarcástico e piadista que nos filmes anteriores, Tony Stark está sóbrio e procurando uma saída para suas incertezas e receios, uma vez que diversos fatores estão se colocando em seu caminho e fazendo o questionar sobre sua vida heroica. Aqui, ele toma uma decisão principalmente lógica, e realmente sentimos seu pesar por enfrentar amigos. Porém, em uma virada, ele abandona toda essa lógica e se torna um agente da vingança.

Capitão América
Sendo dono do filme em questão, é inegável que Steve Rogers tem uma das maiores participações. Aqui, ele se vê dividido entre dois lados: ou ele defende a liberdade civil dos super-heróis, ao mesmo tempo em que protege seu grande amigo, ou ele segue alguns de seus companheiros e evita um confronto de proporções trágicas. Para todos os casos, ele está muito mais bem treinado, e sua inocência já foi abatida após os eventos de Soldado Invernal, de forma que ele sabe bem em quem não confiar.

Pantera Negra
Acima do Capitão América, apenas um personagem consegue roubar a cena e é T'Challa de Wakanda! O personagem adentra no conflito por motivações pessoais, e logo se vê em um jogo por vingança. Contudo, conforme a história se desenrola, ele percebe que pode estar do lado errado.Com visual impressionante, coreografia marcial ainda mais bem desenvolvida que todos os outros heróis e uma seriedade emocional que não é vista em nenhum dos outros heróis, o Pantera é o melhor personagem da Guerra Civil.

Mas apesar de todo esse comentário de cada personagem, Guerra Civil deixou muito a desejar a morte de Steve Rogers e como isso aconteceria, porém, não aconteceu e ficou algo ainda vazio a ser decidido, será dada uma largada para uma continuação, onde essa hipótese ainda irá acontecer? Quando o Homem Aranha irá receber o "Aranha de Ferro", traje que o Tony Stark inventou para ele? Existem muitas perguntas, mas que podem ser respondidas numa sequência, mas não descartamos o primeiro filme, é claro, ele tem muitos efeitos positivos, cenas de batalha sem cortes exagerados de dublês, isso inclui cenas de destruição e impacto que deixa as cenas muito mais realistas.

Capitão América: Guerra Civil é um filme que recebe os seus oito pontos de conquista devido a um excelente trabalho da equipe em muitas cenas, apesar de faltar muitos personagens, comparado a Guerra Civil das HQ's, seria muito inútil envolver tantos personagens que não seriam explorados nenhum pouco, assim também, o filme abre alas para os filmes solos que demonstra serem espetaculares antes mesmo de sair um dos trailers ou tesers a respeito.

Nos resta aguardar qual é o plano da Marvel e claro, ficar emocionado com a aparição de tantos personagens habilidosos e que jamais iriamos ver nas telonas como gostaríamos, basicamente, é um sonho de criança que está sendo realizado.

Dúvidas, Sugestões, Correções e Discussões, todas elas se iniciam nos comentários, fiquem à vontade. A troca de conhecimento é a arma fundamental para a evolução.

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.