Ex-executivo da Nintendo fala sobre como a empresa funciona

0 comentários
Nintendo

Dan Adelman, o ex-chefe do programa de indies da Nintendo deu uma entrevista para o Dromble na qual comentou sobre como funciona o processo de tomar decisões na gigante japonesa.

Dan disse que a Nintendo não é só uma empresa japonesa, mas uma empresa de Kyoto. E as empresas de Kyoto são muito tradicionais, focadas em hierarquia e tomam decisões em grupos. E de acordo com Dan, isso cria um ambiente em que “todo mundo é um conselheiro mas ninguém é um tomador de decisões, e todo quase todo mundo tem poder de veto.”

Ele também diz que até Satoru Iwata, o chefão da Nintendo, não gosta de tomar algumas decisões que possam desagradar alguns dos executivos japoneses. Ele diz que é necessário muito trabalho para transformar uma ideia em realidade na Nintendo, já que é preciso, entre outras coisas, falar com todos os grandes acionistas da empresa para garantir que todos aceitem a proposta. De acordo Adelman, por causa da forma que a Nintendo é estruturada as ideias mais ousadas geralmente acabam ficando no papel, a não ser que elas venham do topo.

Para Dan Aldeman, outro problema da Nintendo é que os executivos mais velhos da empresa não entendem de gaming moderno, então a adoção de coisas como sistema de contas unificado, online, e lista de amigos online tem sido bem lenta.

Finalmente, Dan diz que a cultura corporativa recompensa mais aqueles que são leais à empresa por muito tempo do que aqueles que tentam inovar.

Dan Adelman saiu da Nintendo em Agosto de 2014 e hoje trabalha como consultor de negócios para desenvolvedores indies.

0 comentários: